Notícias e Artigos

03/02/2009

Uma experiência enriquecedora no Ensino à Distância


Quando falamos em inclusão digital na educação, Informática na Educação, Novas Tecnologias da Informação e Comunicação, não há como desvinculá-las da modalidade de Ensino a Distância, cada vez mais utilizada no mundo pela possibilidade da oferta de educação para todos que tiverem acesso a um computador ligado à internet.

Ao contrário do que muitos pensam, o EaD, não é algo novo, e não deve ser encarado como uma opção de segundo plano. Em 1840 o inglês Isaac Pismann criou o primeiro curso por correspondência – logo após a invenção do selo – porém, pouco tempo depois, a primeira instituição a utilizar o ensino por correspondência foi então Instituto Toussaint E Langeseherdt na Alemanha em 1855, e dedicou-se ao ensino das línguas estrangeiras.

A partir de então, aí o Ensino a Distância foi ganhando espaço e incorporando novas mídias, como aconteceu em 1927 quando a rádio BBC ofereceu programas de apoio às escolas primárias.

No Brasil o EaD vem somando crescimento, ano após ano, vemos canais de televisão totalmente dedicados ao ensino – como é o caso da TV Escola – institutos que se dedicam exclusivamente ao modelo por correspondência, Instituições de Ensino Superior que estão aderindo à modalidade Semi-Presidencial, e ainda as que aderem ao modelo totalmente a distância.

O avanço tecnológico se faz presente em toda e qualquer atividade ou área do conhecimento, e esse fato, não é diferente em relação à EaD, principalmente no que tange as tecnologias de informação e da comunicação.

Com a Internet torna-se plenamente possível, o Ensino-Aprendizagem em uma sala de aula virtual, com as mesmas características operacionais de uma sala física. Afinal o que definimos como presencial, não deve ser apenas o fato de estar presente de forma física, ocupando um espaço físico em um único lugar no espaço. A esse modelo de ensino à distância mediado em uma sala virtual, damos o nome de e-learning.

Em uma sala de aula virtual, o espaço é virtual, e abrange todo o universo virtual conectado a inúmeros usuários. A este espaço virtual, damos o nome de ciberespaço. Um novo panorama, uma nova dimensão que se funde com a racionalidade, criando uma nova cultura, uma cultura de múltiplos saberes que inter-relacionam de forma virtual e presencial ao mesmo tempo.

Porém isso só é possível se dispusermos de ferramentas que forneçam condições para que essa relação aconteça. Em uma sala de aula física, o aluno tem contato direto com tudo que é físico, caderno, lousa, caneta, professor, cadeiras, mesa...enfim tudo que ele pode observar ele pode tocar, pois está presente.

Dentro do ambiente virtual, é possível criar todas essas relações se a ferramenta utilizada para tal, fornecer meios para que haja essa interação. Atualmente vem sendo possível, graças aos avanços de softwares voltados exclusivamente para o desenvolvimento do Ensino-Aprendizagem em salas-virtuais.

Softwares como o TreinaTOM e o TOM Conference, fornecem uma verdadeira sala de aula virtual, um ambiente totalmente interativo e dinâmico, onde é possível aprender e ensinar disciplinas como matemática, física e literatura, bem como disciplinas de cursos técnicos, como linguagens de programação e contabilidade.

O software é totalmente interativo, com a participação do aluno e do professor em tempo real, por meio de câmera, áudio, e textos, e apresentações de slides, oferecendo ainda, a oportunidade de os alunos poderem trocar mensagens e enviar e receber material, não exigindo para tal, instalação ou domínio de informática, visto que é totalmente virtual, ou seja, é acessado por meio de uma página Web, isso quer dizer que pode ser acessado em qualquer hora e em qualquer lugar.

Ferramentas como essa, dão nova forma ao Ensino à Distância, e essa forma vem ganhando cada vez mais espaço. É o chamado e-learnig que utiliza da Internet, tanto de modo síncrono (em tempo real) quando o professor e aluno estão na sala ao mesmo tempo, e se interagem de modo simultâneo.

Vemos Instituições de Ensino Superior (IES) incorporando em suas atividades, pólos de ensino à distância, com modalidades totalmente online, centros de treinamentos estão cada vez mais interados a essa nova tecnologia que apresenta características e vantagens tanto operacionais como financeiras, pois reduz consideravelmente custos operacionais .

O Professor passa a ser um agente na produção de conhecimento, pois a troca de informações é constante, tendo em vista que esse processo de interatividade mobiliza os alunos a procederem trocas de informações entre seus pares, contribuindo para maior desenvoltura, diminuir a timidez e ampliar as relações de amizade.

Ao professor compete a tarefa de atualizar-se constantemente, pois dentro dessa cultura tecnológica, o saber torna-se rapidamente obsoleto, as mudanças e atualizações para estas ferramentas estão em constate movimento. O momento é, portanto, decisivo para que se descubra o valor da educação online para que o perfil docente seja ressignificado .


Mais Notícias

Meus status no Skype
Fale conosco pelo Skype